26 de fevereiro de 2012







Almas LUPAS: Para habitar o Albergue das Almas Lupas o pré-requisito é a sabedoria. Nele, somente os mestres. Sábios em diminuir grandes feitos e aumentar pequenos sentimentos.
Almas VIP'S: Almas Vip's são dotadas de renomada importância. Para esse Albergue o que conta é o currículo bancário. Também é preciso saber cozinhar cifrão com divulgação de egos, e ainda servir taças de elogios aos equivocados.
Almas DESERTAS: Nos Albergues Almas Desertas é preciso que a língua tenha capacidade de queimar. Tal habilidade, considerada mágica, quando utilizada na hora certa, tem alto poder de destruição de sonhos. São especialistas no que fazem, destemidos e aventureiros. Há um porém: são letais somente aos coração puros.
Almas EM CONSTRUÇÃO: Nestes Albergues, os alicerces estão em solo firme, todavia sua estrutura não tem força suficiente para resistir aos ventos aliciadores. Sendo assim, vivem meio lá e cá. São considerados bons, para breve estadia, nos dias em que o prato principal seja o aprendizado.
Almas PÁSSAROS: São Albergues tomados por habitantes libertos das aparências, simplesmente amam e acolhem todos que desejam compartilhar do voo. Para eles a vida é voar com asas de desapego e num céu passageiro. Desfrutam com o mesmo entusiasmo, dias de sol ou de chuva.

Almas são Albergues. Em qual te acolhes?

(Roselaine Funari, outono de 2009.)

2 comentários:

rumores disse...

A captura dos sentidos e sentimentos de cada albergue.
Avante, Menina!
Bruno

ROSELAINE FUNARI disse...

Olá, Bruno!
Como é que se agradece carinho? Acho que é no silnêncio da certeza de que podemos contar uns com os outros. Beijos pra ti e pra Tina,
Com carinho,
Roselaine